UICLAPER com orgulho

Meus livros na UICLAP

capa

Primeiros Versos

Quem nunca se sentou naquela poltrona do lado da janela, pouco irá me entender, pois uma parte dessas frases escritas, foram pensadas enquanto eu estava assistindo o mundo por uma janela de um ônibus a caminho do trabalho, que por vezes era lotado. Mas sempre tinha uma luz, uma janelinha para nos salvar da multidão. A janela sempre será para mim um santuário de pensamentos. Aqui você irá encontrar

Saiba mais
capa

A Peleja de Um Verso

Esse livro está mais para uma antologia, uma reunião de poemas escritos em diferentes períodos, entre 2017 e 2020. Aqui é tratado sobre assuntos como o amor, paixões, experiências da vida que de tão boas foram convertidas em versos. Uma maioria destes versos foi refletida enquanto caminhava pelas estradas do sertão. Trata-se de reflexões de vários assuntos como, o amor, a paixão, existência,

Saiba mais
capa

GARATUJAS

Sinopse: “GARATUJAS"... Um livro de Aforismos, isto é, pensamentos curtos acerca de assuntos aleatórios da vida, como o cotidiano, simplicidade, música, entre outros assuntos. Mas, o que é GARATUJAS? Significa rabiscos ou, desenhos ilegíveis ou rudimentares. Quando crianças, antes de escrevermos as primeiras palavras, nós fazemos desenhos e rabiscos na busca de representar algo do mundo, assim,

Saiba mais
capa

Poemas de Julho

Quando me ponho a escrever um poema, nalgumas vezes não escrevo sobre um assunto especifico, mas, sobre vários. Às vezes é para que o livro não fique mediante, se tratando apenas uma única questão acerca da vida. Desse modo, o que posso lhe dizer a respeito desse livro, é que ele se trata do amor, essa paixão que ardemos de tanto desejar, e por vezes não queremos por ter. E isso se resulta em uma

Saiba mais
capa

Poemas Roceiros

Quando me ponho a escrever sobre o sertão, percebo que estou escrevendo sobre mim, e que não estou escrevendo sobre um sertão singular, mas, plural. Não há apenas um único sertão. Foi caminhando pelas veredas dos sertões quando eu ia para a roça, que eu também ia caminhando no Sertão do meu íntimo. Ser - Tãos. Aqui neste livreto busco descrever em palavras matutas, a infância de um jovem na roça.

Saiba mais
capa

Coleção Verão

O ano era 2020 e a pandemia do Corona-vírus se espalhava pelo globo terrestre. O que eu estava fazendo? Escrevendo. Bem que eu desejei arduamente salvar todas as vidas com as minhas míseras palavras...ainda desejo! °°° Lá estava eu, dentro de uma galáxia que abraçava um dos tantos universos, que abraçava entre tantos, um planeta que temos a mania de chamá-la de Terra. Um planeta dividido em conti

Saiba mais
capa

Poemas de Agosto

O ano era 2020 e a pandemia do Corona-vírus se espalhava pelo globo terrestre. O que eu estava fazendo? Escrevendo. Bem que eu desejei arduamente salvar todas as vidas com as minhas míseras palavras...ainda desejo! °°° Lá estava eu, dentro de uma galáxia que abraçava um dos tantos universos, que abraçava entre tantos, um planeta que temos a mania de chamá-la de Terra. Um planeta dividido em contin

Saiba mais
capa

Poemas de Setembro

O ano era 2020 e a pandemia do Corona-vírus se espalhava pelo globo terrestre. O que eu estava fazendo? Escrevendo. Bem que eu desejei arduamente salvar todas as vidas com as minhas míseras palavras...ainda desejo! °°° Lá estava eu, dentro de uma galáxia que abraçava um dos tantos universos, que abraçava entre tantos, um planeta que temos a mania de chamá-la de Terra. Um planeta dividido em contin

Saiba mais
capa

Poemas de Outubro

O ano era 2020 e a pandemia do Corona-vírus se espalhava pelo globo terrestre. O que eu estava fazendo? Escrevendo. Bem que eu desejei arduamente salvar todas as vidas com as minhas míseras palavras...ainda desejo! °°° Lá estava eu, dentro de uma galáxia que abraçava um dos tantos universos, que abraçava entre tantos, um planeta que temos a mania de chamá-la de Terra. Um planeta dividido em contin

Saiba mais
UICLAP